Vocações

71

Agosto é o mês das das vocações, que é uma palavra derivada do verbo latino ‘vocare’ que significa chamar.  Portanto, é a resposta humana a um chamado divino.  O objetivo principal é o de conscientização das comunidades a respeito da responsabilidade que compartilham no processo vocacional.

A cada domingo a celebração litúrgica é dedicada a uma vocação específica. O primeiro de agosto, foi celebrado o dia do sacerdote, essa comemoração se deve ao fato de no dia 4 de agosto celebrarmos o dia de São João Maria Vianney, o Cura D’Ars, patrono dos padres; e, no dia 10 de agosto, o dia de São Lourenço, patrono dos diáconos.

Normalmente a própria liturgia da Palavra, em especial a dos domingos, dá o tema principal da reflexão e meditação trazida para alimento do povo de Deus. É costume, neste mês, comemorarmos as diversas vocações a cada semana. Ao longo do mês, cada semana é dedicada à celebração de uma determinada vocação, sendo assim:
1ª Semana: vocação para o ministério ordenado: diáconos, padres e bispos;
2° Semana: vocação para a vida em família (atenção especial aos pais);
3° semana: vocação para a vida consagrada: religiosos (as) e consagrados (as) seculares;
4ª semana: vocação para os ministérios e serviços na comunidade;

A cada ano, há uma temática a ser refletida no período pela Igreja no Brasil. Em 2021, a inspiração principal do mês vocacional é “Cristo nos salva e nos envia” proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O tema surge da Exortação Apostólica Pós-Sinodal, Christus Vivit, no projeto do Serviço de Animação Vocacional/Pastoral Vocacional do Brasil (ChV 118-123). O lema para o período é “Quem escuta a minha palavra possui a vida eterna” (cf. Jo 5,24).